Simples Agenda Blog para pequenas empresas

Como funciona a emissão de boleto bancário?

FINANCEIRO

Redator Simples Agenda
13 min leitura 28/10/2021

O boleto bancário é um método de pagamento difundido em todo o Brasil. Ele surgiu em 1980 e até hoje - mais de 40 anos depois - continua sendo uma das formas de pagamento mais escolhida pelos consumidores. 


O fato foi comprovado por um estudo realizado pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) no qual evidenciou que 75% dos consumidores brasileiros consideram o boleto bancário a melhor opção de cobrança.


Além disso, todos os anos, aproximadamente 3,7 bilhões de boletos bancários são pagos no país, de acordo com dados da Febraban.


O motivo de tanto sucesso é simples: o boleto bancário é um método de pagamento seguro, fácil de usar e acessível tanto para o empreendedor quanto para o cliente.


Mas, se você ainda está na dúvida sobre esse meio de pagamento, você está no lugar certo. Continue a leitura para entender tudo sobre o que é e como funciona a emissão de boleto bancário. Vamos lá?!

O que é emissão de boleto bancário?

O boleto bancário é um meio de pagamento que só existe no Brasil e é usado para cobrança de valores. Ele pode ser emitido em formato avulso (pagamento à vista) ou carnê (pagamento a prazo).


A emissão do boleto bancário pode ser realizada tanto por pessoa física quanto por pessoa jurídica. Nos dois casos, basta que o emissor tenha uma conta bancária e contrate uma carteira de cobrança junto ao banco. 


Além disso, existem dois tipos de boleto bancário: com e sem registro. No entanto, em 2018, o Febraban determinou o fim da modalidade sem registro, principalmente, por ela ser menos segura quando comparada ao boleto registrado.

Quais são os dados do boleto bancário?

O boleto bancário inclui elementos específicos para evitar confusões na hora do pagamento. São eles:


  • Banco que receberá o pagamento;

  • Indicação de quem receberá o valor (cedente);

  • Indicação de quem irá pagar o boleto (sacado);

  • Valor do documento;

  • Data de vencimento 

  • Indicações para o que fazer em caso de quitação após o vencimento (juros e multa);

  • Código de barras.

Por que oferecer essa opção de pagamento na sua empresa?

Existem diversos motivos para que você ofereça boleto bancário como um dos meios de pagamento na sua empresa. Mas, para resumir, separamos as principais vantagens para o consumidor e as principais para o empreendedor. Confira!

Segurança e simplicidade para o cliente

Muitos clientes preferem o boleto bancário como meio de pagamento porque podem concluir a compra sem fornecer dados pessoais para o vendedor.


Além disso, é preciso considerar a praticidade de realizar o pagamento, uma vez que o boleto pode ser pago de diferentes maneiras, inclusive, através de aplicativo de celular.


Por fim, também é necessário destacar que 16 milhões de brasileiros adultos não possuem conta no banco e, por isso, utilizam o boleto para fazerem compras.

Praticidade e economia para quem vende

O boleto bancário é um método de pagamento confiável, além de ser simples de usar. Ele pode ser útil tanto para a venda de produtos quanto para a venda de serviços.


O empreendedor tem a vantagem de cobrar até mesmo quem não tem cartão de crédito e conta bancária, portanto, pode aumentar o faturamento.


Além disso, as taxas cobradas para emissão do documento costumam ser mais baixas em relação às taxas do cartão. Também vale destacar que há mais rapidez para receber o pagamento em relação a cartões.

O PIX vai acabar com o boleto bancário?

O PIX trouxe ainda mais facilidade e agilidade na forma como realizamos pagamentos. Ele foi criado para somar e não para substituir métodos de pagamentos tradicionais.

 

Portanto, mesmo com a chegada de novas tecnologias, o boleto bancário continua sendo um método de pagamento simples e fácil de usar, além de estar difundido em todo o Brasil há mais de quatro décadas.

 

Nesse contexto, seria imprudente dizer que o boleto bancário poderia ser esquecido tão facilmente e ele continua sendo uma forma de pagamento importante para empresas e clientes.


Para saber quais formas de pagamento oferecer na sua empresa, acesse o link.

Como funciona o boleto bancário?

O boleto bancário nada mais é do que um título de cobrança regulamentado pelo Banco Central do Brasil. Na prática, seu funcionamento é muito simples: 


O empreendedor (ou pessoa física) emite o boleto bancário e o envia para o comprador/devedor realizar o pagamento. 


O documento possui uma data de vencimento indicada e deve ser quitado dentro desse prazo. Do contrário, o pagador fica sujeito à multa e juros (quando as condições de acréscimo estão descritas no boleto) ou precisa solicitar um novo boleto ao cedente.


O boleto bancário pode ser pago em casas lotéricas, agências bancárias, caixas eletrônicos, aplicativo de pagamento, aplicativo internet banking, entre outras opções.


Quando o banco recebe o dinheiro, ele deposita - dentro do prazo combinado - o valor na conta de quem gerou o documento. Nesse momento é descontado o valor da taxa que o banco cobra pelo serviço.

Como funciona a emissão de boleto bancário?

Agora que já entendemos o que é e como funciona o boleto bancário, vamos entender como emitir o documento.


O primeiro passo é ter uma conta corrente habilitada para emissão de boletos. Nessa etapa, vale a pena conversar com o gerente do seu banco para entender se a sua conta já possui essa funcionalidade ou não.


Quando estiver tudo certo, você já poderá começar a emitir boletos bancários e, para isso, existem dois caminhos: utilizar o software do próprio banco ou um sistema intermediador para geração de boletos.


Dependendo da situação, utilizar um intermediador traz muitas vantagens, especialmente, quando o assunto é agilidade e controle. Entenda mais a seguir.

Como um software emissor pode ajudar?

Utilizar um software intermediador para emissão de boletos bancários é uma forma simples e descomplicada de oferecer esse meio de pagamento na sua empresa. 


O Simples Agenda, por exemplo, é um sistema que emite boletos bancários com uma das melhores taxas do mercado (apenas R$2,19 por boleto), além de garantir mais agilidade ao processo de emissão.


Isso porque o sistema permite que você gerencie toda a sua empresa em um único lugar, desde o cadastro de clientes até completo controle financeiro. 


Todos os detalhes são pensados para proporcionar mais agilidade e eficiência à gestão empresarial. Incrível, né?! Então, que tal testar na prática?


O Simples Agenda é completamente gratuito por 35 dias, teste grátis agora mesmo. Você não precisa cadastrar cartão de crédito.


Para conhecer mais sobre o software emissor de boletos, acesse o link.