Simples Agenda Blog para pequenas empresas

Tendências de negócios para 2022: ideias para você se inspirar

EMPREENDEDORISMO

Redator Simples Agenda
18 min leitura 30/12/2021

O empreendedorismo corre na veia do brasileiro. 

Só em 2020, o Brasil registrou o saldo positivo de 2,3 milhões de empresas abertas, de acordo com dados do boletim anual do Mapa das Empresas, realizado pelo Ministério da Economia.

Por aqui, milhares de pessoas enxergam na abertura de novo negócio a melhor oportunidade para conquistar independência e estabilidade financeira (o famoso "ficar rico") ou a principal alternativa para superar as altas taxas de desemprego. 

E, por mais que esse não seja um momento fácil para empreender, certamente existem boas oportunidades para quem quer tirar um negócio do papel.

Afinal, o mundo passou por uma grande transformação e, com as mudanças, surgem novas necessidades no mercado que podem ser aproveitadas por quem quer abrir um negócio. 

Para te ajudar a encontrar o empreendimento certo para você, construímos este conteúdo. Aqui você vai conhecer 7 tendências de negócio para 2022 e ainda dicas valiosas que você precisa saber antes de empreender.

7 tendências de negócios para 2022

O mercado e as pessoas mudaram. O "novo normal" veio acompanhado de novos hábitos de consumo e uma forte transformação digital. 

E não é para menos. Desde 2020, as pessoas precisaram se adaptar a grandes mudanças, tanto na forma de trabalhar quanto na forma de viver e consumir.

A pandemia também colaborou para o aumento da preocupação consigo mesmo, com o próximo e com o futuro. 

Por isso, as tendências de negócio para 2022 envolvem muita tecnologia, segurança, saúde e sustentabilidade.

Conheça a seguir as principais tendências para 2022. O conhecimento pode ser a oportunidade certa para que você saiba onde investir seus recursos e consiga suprir as novas demandas do mercado. 

  1. E-Commerce  

As lojas online são uma das principais tendências de negócio para 2022. 

Somente em 2020, o e-commerce no Brasil cresceu 73,88%, atingindo o faturamento de bilhões de reais. 

Por mais que o momento vivido pelo mundo tenha influenciado nesse resultado, a expectativa é de que em 2022 essa tendência de consumo se mantenha. 

Os principais segmentos de ecommerce em alta são o comércio de eletrônicos, farmácia, comidas e bebidas, moda e acessórios e até mesmo produtos para animais domésticos. Mas, as possibilidades não param por aí.

Outro ponto que merece destaque é que o e-commerce possibilita que o empreendedor trabalhe até mesmo em casa, sem necessidade de investir em um novo espaço físico. 

No entanto, esse modelo de negócio exige certa maturidade digital, além de investimentos relacionados à divulgação.

  1. Cursos online

Outra tendência de negócios para 2022 é a consolidação dos cursos online. 

Se antes da pandemia já havia uma crescente adesão para essa modalidade de ensino, agora a expectativa é de que o estudo online supere o presencial em 2022. 

Os dados são de uma pesquisa realizada pelo Censo de Educação Superior em parceria com o Ministério da Educação. 

Ainda segundo a pesquisa, a busca por EAD cresceu 59% entre 2020 e 2021.  

Além disso, somente em 2020, aproximadamente 1,7 milhão de pessoas se inscreveram em um curso EAD no Brasil, de acordo com o INEP.

Portanto, se você atua na área da educação, essa tendência de negócio para 2022 pode ser a oportunidade certa para você.

  1. Comércio de usados

Pesquisas apontam que o brasileiro está comprando mais itens usados, em especial, quando os produtos estão em bom estado de conservação. 

Essa tendência pode ser explicada por dois motivos principais: o primeiro é a redução da renda, o que faz com as pessoas precisem recorrer a produtos de menor custo para suprir determinada necessidade.

Além disso, o crescente desejo em ser mais sustentável e melhor aproveitar os itens de consumo tem colaborado para o crescimento do comércio de usados no país.

Para aproveitar essa oportunidade, você pode, por exemplo, comercializar eletrônicos usados (como celulares), utilizar plataformas de venda de usados já consolidadas no país ou quem sabe abrir um bazar de roupas bem conservadas.

  1. Marketing de conteúdo

Não é novidade que investir em marketing digital é requisito básico para quem quer ter um empreendimento de sucesso.

Por isso, cada vez mais empreendedores apostam no digital para conquistar espaço no mercado e, muitos deles, usam o marketing de conteúdo como estratégia principal.

Até porque, a criação de blogs têm se mostrado uma das estratégias mais sólidas do marketing digital, sendo capaz de colocar a empresa no Google e fazer com que milhares de potenciais clientes passem a interagir com a marca.

Inclusive, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Hubspot em 2021, 49% dos consumidores usam o Google para escolher e encontrar produtos, sendo o blog a base dos resultados de pesquisa.

Além disso, os conteúdos ajudam no reconhecimento de marca, levam informação ao público e colaboram para o aumento da credibilidade do empreendimento.

No fim das contas, o saldo é muito positivo para o empreendedor, fazendo com que a busca pelo marketing de conteúdo cresça a cada ano.

Quem tem habilidade de escrita e interesse pelo marketing digital, pode fazer da redação um empreendimento rentável para 2022.

  1. Marketing de afiliados

É bem provável que você tenha ouvido falar sobre marketing de afiliados em 2021. A estratégia tem feito muito sucesso por ser uma opção de negócio que requer baixo investimento, mas que possibilita boa rentabilidade.

Funciona assim: o novo empreendedor divulga o produto ou serviço de um terceiro em diferentes plataformas digitais. 

A cada venda que o afiliado realiza, ele ganha uma comissão. 

Essa prática tem sido muito comum para a venda de cursos online, no entanto, também pode ser aplicada a outros produtos e infoprodutos.

Para ter sucesso com essa tendência de negócio para 2022, o empreendedor precisa integrar seus conhecimentos de venda e marketing.

  1. Dropshipping 

Outra tendência de negócios para 2022 é o Dropshipping (ou remessa direta). 

Nesse modelo de negócio, o empreendedor revende os produtos de outra empresa, sem a necessidade de manter um estoque.

Basicamente, é uma técnica de gestão da cadeia de logística que possibilita o comércio de produtos que estão no estoque do fornecedor. 

Isso garante uma grande economia relacionada à produção, manutenção de estoque e logística.

Para colocar esse modelo de negócio em prática, basta ter uma boa empresa parceira, montar uma loja virtual (e-commerce), apostar em estratégias de marketing digital e começar a vender.

A remessa dos produtos para o cliente final e a divisão dos valores da comissão ficam sob responsabilidade do fornecedor.

De acordo com o SEBRAE, até 2025 esse setor de mercado deve faturar sozinho até R$557 milhões.

  1. Telemedicina 

Quando o assunto é saúde, a expectativa é de que a telemedicina - que ganhou força nos últimos dois anos - receba ainda mais visibilidade em 2022. 

Novamente, um reflexo da pandemia que deve se instaurar de vez no mercado.

Resumidamente, a telemedicina é um serviço de saúde no qual o atendimento é realizado online. Normalmente, o médico e o paciente usam uma chamada de vídeo para resolução de dúvidas, montagem da ficha anamnese, análise de exames e etc.

A telemedicina tem sido uma ferramenta importante no combate a COVID-19 e no cuidado com a saúde física e mental dos pacientes durante esse período. 

Afinal, além de possibilitar consultas com clínicos e cardiologistas, a telemedicina também pode ser usada para sessões de terapia com psicólogos e psiquiatras, consultas com nutricionistas e atendimentos com outros profissionais da saúde.

Portanto, se você é da saúde, pode aproveitar a telemedicina para ampliar seus atendimentos. 

Outras tendências de negócio para 2022

  • Aplicativos fitness e mercado fitness em geral - crescimento motivado pelo aumento da preocupação com a saúde e bem-estar durante a pandemia;

  • Artesanato - roupas, bolsas, peças para decoração, acessórios, entre outros itens artesanais, estão em alta para 2022;

  • Negócios de reciclagem - em especial, empresas que reaproveitam materiais para criar novos produtos;

  • Empresas de logística e transportadora - crescimento impulsionado pelo aumento das compras de produtos online;

  • Produtos e serviços para animais domésticos - o Brasil já é o segundo maior mercado de produtos pets do mundo;

  • Consultoria de marketing digital - o marketing digital é um dos setores que mais cresce no Brasil e cada vez mais empresas procuram por consultores;

  • Empresas de estética - o mercado da beleza brasileiro é um dos maiores do mundo, portanto, salão de beleza, SPA, estética corporal e etc. estão em alta.

O que você precisa saber antes de abrir um negócio?

Como vimos, as novas demandas do mercado trouxeram muitas oportunidades para quem quer empreender. Cabe a você escolher qual segmento do mercado mais combina com o seu perfil e com o seu "bolso".

Além disso, dados mostram que a recuperação da economia deve continuar em 2022, fazendo com que as expectativas sejam ainda melhores para a abertura de novos negócios. Mas, você sabe por onde começar?!

Para ser um empreendedor de sucesso, você precisará escolher o segmento de mercado que lhe encha os olhos e que solucione o problema do público.

Além disso, você deverá montar um bom plano de negócio, fazer pesquisa de mercado e estudar a sua futura marca.

Também é importante investir em um software de gestão para organizar e agilizar os processos e se preparar para a administração financeira do empreendimento.

Para te ajudar nessa jornada, o Simples Agenda preparou um conteúdo completo sobre como montar um negócio do zero. E aí? Vamos juntos nessa?!