Simples Agenda Blog para pequenas empresas

3 motivos para colocar seu negócio nos marketplaces

EMPREENDEDORISMO

Redator Simples Agenda
10 min leitura 13/01/2022

Com o avanço da pandemia, diversos empreendedores de médio e pequeno porte, que não tinham aderido ao comércio digital, se viram obrigados a buscar uma alternativa para continuar com seu negócio.

Apesar do comércio online ser considerado algo imprescindível hoje em dia, muitos vendedores ainda encontram dificuldades para iniciar seu próprio e-commerce

Os motivos: necessidade de um alto investimento e conhecimento prévio sobre alguns setores como logística e planejamento de anúncio.

Além disso, mesmo tendo isso ao seu dispor, os vendedores ainda não tinham a garantia de prosperar. Logo, começou a ganhar cada vez mais notoriedade um modelo de negócio mais viável e eficiente: os marketplaces.

Contudo, atuar em marketplaces não é só apenas a salvação do seu empreendimento, mas sim uma estratégia de vendas.

Preparamos esse conteúdo para te esclarecer tudo sobre essa prática. Vamos contar como ele funciona, seus benefícios e 3 motivos para você entrar de cabeça nesse mundo e aderir a ele. Confira!

Você sabe o que é marketplaces?

Ele nada mais é do que uma grande vitrine de produtos. Em uma analogia, é como você colocar sua mercadoria à mostra em uma loja movimentada de um shopping onde ocorre uma grande circulação de pessoas.

Isso é o que empresas conhecidas como Amazon, Mercado Livre, Americanas e Shoppe são.

Ao atrelar os itens comercializados a uma marca de expressão e renome, isso proporciona um ambiente com mais visibilidade do que em qualquer loja virtual. Além de agregar credibilidade e notoriedade para seu comércio.

Ou seja, quanto mais seu produto é visto, maiores são as chances de ele ser adquirido.

Por que eles se tornaram tão importantes?

Como dito anteriormente, eles foram responsáveis por dar uma sobrevida a diversos negócios que foram duramente afetados pela pandemia. 

Contudo, não podemos esquecer também daqueles vendedores que já comercializavam nela antes e, já haviam enxergado, a algum tempo, essa estratégia de venda como vantajosa.

Marketplaces uniu o útil ao agradável: você não fica restrito a uma base pequena de clientes e não precisa entender de marketing digital.

Começar a vender nos Marketplace como MercadoLivre e Amazon, por exemplo, é extremamente fácil. Você só precisa criar uma conta em um desses sites e clicar no botão vender, vão pedir para cadastrar seus produtos e pronto, você só tem que se preocupar em responder as perguntas que foram feitas e despachar seus pedidos.

 Se vender em apenas um marketplace é o suficiente para você, torcendo para que o seu cliente esteja nele, sem nenhuma outra ambição em construir posteriormente sua loja virtual, esse é o caminho para você.

3 motivos para colocar seu negócio em marketplaces

Agora que já conhecemos um pouco mais a fundo sobre essa plataforma que é considerada por muitos a maneira mais simples, rápida e econômica para conhecer as possibilidades do varejo digital, conheça 3 diferenciais que ela possui.

  1. Melhor custo-benefício e baixo investimento

Uma das coisas que mais assustam os empreendedores é o alto investimento que demanda criação de um e-commerce próprio.

 Grande parte dos marketplaces são gratuitos para cadastrar e começar a vender, a única cobrança feita é uma comissão que pode variar de 10% a 30% sobre cada produto. 

  1. Maior visibilidade

Graças ao tráfego elevado de pessoas nesses sites, os seus produtos terão uma visibilidade muito maior do que em qualquer e-commerce próprio. 

Inclusive, quando você digita no Google o nome de um item, normalmente os primeiros resultados de shopping são indicações de produtos vendidos dentro desses grandes marketplaces.

Graças a esse fator, anunciar por meio desses canais de venda geralmente costuma a ter um retorno bem rentável para negócios de todos os portes e nichos de mercado.

Outro ponto que impulsiona as vendas é a diversificação de público que esse tráfego de pessoas pode trazer para seu negócio. 

Trabalhando em diferentes marketplaces, você consegue alcançar mais de uma persona (personagens fictícios criados para representar o seu público-alvo) ao ajustar a comunicação nas descrições dos seus produtos.

  1. Transmite mais confiança

É muito comum que os clientes prefiram, ao realizar uma compra na internet, sites populares e que são amplamente utilizados e conhecidos ao invés de desconhecidos. 

Todo comprador almeja segurança, e esses marketplaces atendem a esse requisito.

Os marketplaces são consolidados no mercado, então oferecer seu produto usando eles de vitrine automaticamente transmite confiança e credibilidade para os possíveis compradores.

Outro fator que apenas confirma a relevância que os marketplaces possuem no panorama geral do comércio digital no Brasil é que, dos consumidores que já fizeram pedidos de produtos de lojistas no marketplace, 90,7% deles afirma que a experiência de compra nestes canais foi ?boa? ou ?ótima?, ressaltando a precisão do produto recebido e o prazo de entrega rápido como fatores positivos.

Como melhorar ainda mais suas vendas no marketplace

Para você que quer começar a vender em marketplaces, existe uma forma de aprimorar ainda mais sua gestão e, consequentemente, aumentar o retorno das suas vendas, que é utilizando um Hub de Integração.

Empresas como a Plugg.To oferecem esse Hub de integração com marketplaces, que nada mais é do que uma ferramenta que auxilia o empreendedor a facilitar o processo de venda nesses canais e ao mesmo tempo elimina erros comuns, mas prejudiciais para seu negócio.  

Ficou interessado na ideia? Não perca tempo e acesse o site da Plugg.To para saber mais.

Ah! E para mais dicas de como potencializar os resultados da sua empresa, continue acompanhando o blog do Simples Agenda.

*Este artigo foi escrito pela equipe Plugg.to.