Simples Agenda Blog para pequenas empresas

Como receber pagamentos online?

GESTÃO EMPRESARIAL

Redator Simples Agenda
20 min leitura 17/03/2022

Vender online é a grande aposta dos empreendimentos que desejam se manter competitivos. Afinal, é um fato que os hábitos de consumo estão migrando cada vez mais para o digital.

Parte importante dessa empreitada é receber pagamentos online com segurança para a loja e para o cliente e, ainda, oferecendo todas as comodidades que os consumidores esperam de uma marca.

Se você já começou ou está começando a digitalizar o seu negócio e quer saber como receber pagamentos online, este artigo é para você! Aqui você vai entender:

- como as transações digitais acontecem;

- o que é preciso para garantir a segurança do seu e-commerce;

- quais são os métodos de pagamentos mais usados pelos consumidores;

- quais são as principais formas de viabilizar transações no universo digital;

- e como escolher a tecnologia certa para o seu negócio.


Como acontecem as transações online?

Para o consumidor, uma compra virtual deve acontecer tão rapidamente quanto uma transação presencial com uma maquininha de cartão. No entanto, a verdade é que muitos agentes financeiros estão envolvidos no processo de receber pagamentos online.

Entenda a seguir como funciona uma compra no cartão de crédito em um e-commerce:


Fonte: Pagar.me.

  1. Depois que o cliente digita seus dados pessoais e de pagamentos no checkout de um site, essa informação é recebida pela plataforma de pagamento usada por aquela loja virtual.

  1. Essa, por sua vez, transmite a informação de maneira criptografada para a bandeira do cartão do cliente. A função da bandeira é validar a quantidade de parcelas em que a compra pode ser diluída. Além disso, as bandeiras têm um papel regulatório de todo o mercado de pagamentos.

  1. Depois disso, a bandeira valida com a instituição emissora do cartão a identidade daquele cliente, o limite de crédito e se aquela compra pode ser aprovada.

  1. Por fim, a compra passa pela aprovação de um sistema antifraude, para garantir que é uma aquisição idônea e que o cartão de crédito não foi roubado ou clonado, por exemplo.

  1. Agora sim, a compra está aprovada! Essa informação retorna para o meio de pagamento, que informa a loja virtual e o cliente. Apesar de tantos processos envolvidos, tudo isso acontece de maneira imperceptível para o consumidor, em questão de minutos!

Principais formas de pagamento

Agora que você já sabe como acontece uma transação no mundo digital, confira quais são as principais formas de pagamentos para você receber compras online.

1- Cartão de crédito

Utilizado por 98,3% dos consumidores, o cartão de crédito é o método de pagamento preferido dos brasileiros em compras online - a informação é do levantamento da Gmattos.

Seu grande apelo no mercado digital se deve à possibilidade de fazer o seu pagamento em parcelas, diluindo o valor de uma compra de ticket médio mais elevado ao longo dos meses.

Por isso, é essencial oferecer esse método de pagamento no seu negócio virtual. É ainda mais interessante quando o parcelamento em mais prestações, como o de 10 ou 12 vezes, é ofertado sem juros. 

De acordo com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), 34% dos consumidores optam sempre pelo maior número de parcelas, caso não haja cobrança de juros.

2- Boleto bancário

Pode parecer obsoleto, mas o boleto bancário é ainda o segundo método de pagamento mais utilizado no e-commerce, com 74,6% da preferência do consumidor, segundo o relatório da Gmattos. 

O seu grande apelo se dá por dois principais motivos:

- para os que desejam fazer uma compra à vista, o boleto é um método de pagamento muito procurado;

- e, até o momento, é a única forma de pagamento viável para a população desbancarizada, ou seja, aquelas pessoas que não possuem conta em banco ou cartões de crédito.

3- Pix

Com pouco mais de um ano de existência, o Pix, método de pagamento instantâneo desenvolvido pelo Banco Central, já está entre as formas de pagamento preferidas dos brasileiros, ocupando o terceiro lugar com 50,8% da preferência, ainda segundo a Gmattos.

Sua agilidade, tanto para o cliente quanto para o lojista - com aprovação e faturamento imediatos -, bem como as melhores condições em taxas, que permitem os empreendimentos promocionarem mais, têm conquistado os brasileiros.

Então, para os que desejam realizar o pagamento à vista, esse tem sido um novo recurso que ganha cada vez mais espaço. 

4- Wallets

Em 2021, 89% dos consumidores já haviam usado as carteiras digitais, de acordo com um estudo da Toluna. Apesar disso, sua fatia de mercado no e-commerce ainda é baixa, mas com grandes possibilidades de crescimento em um futuro próximo.

É estimado um aumento de 24% no uso de carteiras digitais durante os próximos quatro anos, segundo o relatório The Global Payments Report 2021.

Além de mais agilidade no checkout, com pagamento facilitado via QR code, sem necessidade do consumidor digitar todos os dados do cartão de crédito dentro da loja virtual, as wallets ainda oferecem outras vantagens para os clientes, como o benefício do cashback.

Por ser uma forma de receber pagamentos online que tem tudo para ganhar mais adesão no país, é indispensável que os e-commerces ofereçam carteiras digitais, garantindo uma boa experiência de compra para o cliente.

Além disso, as wallets são uma oportunidade interessante de atrair novos clientes. Isso porque as carteiras digitais têm espaços publicitários nos próprios aplicativos para divulgar as lojas parceiras.

Como receber pagamentos online? Tecnologias disponíveis

Como falamos mais acima no artigo, são os meios de pagamento que viabilizam que empreendedores recebam pagamentos online. Mas você pode estar se perguntando: o que são os meios de pagamento e como eles funcionam?

Existem diversas tecnologias de pagamento digitais, sendo que cada uma é indicada para um modelo de operação. Veja a seguir.

Gateway de pagamento 

O gateway de pagamento é uma solução robusta e totalmente personalizável para receber pagamentos digitais.

Essa tecnologia funciona como uma "régua de tomada" servindo de base para que os lojistas conectem ao seu e-commerce todos os outros agentes necessários para transacionar no digital (antifraude, adquirente, etc.), escolhidos a seu gosto.

Por ser altamente personalizável, o gateway de pagamento tem um valor de implementação mais elevado. Ele também requer uma equipe técnica especializada para fazer as devidas integrações. Por isso, é uma solução buscada por empreendimentos mais robustos e que precisam customizar a operação de acordo com as especificidades do negócio.

Subadquirentes

As subadquirentes, também conhecidas como intermediadoras de pagamento, reúnem em um único lugar todas as soluções para vender online com segurança. 

Sua tecnologia é chamada de "plug-and-play". Isso porque basta o lojista contratar e plugar para começar a usar, sem a necessidade de envolver um time técnico e sem maiores dores de cabeça.

Vale lembrar que toda essa praticidade tem um preço que, nesse caso, é a falta de personalização. Ou seja, o lojista não pode escolher o antifraude ou adquirente que está por trás dessa solução.

Link de Pagamento

E tem como receber pagamentos online sem, nem mesmo, ter um site? O link de pagamento é a solução ideal para suprir esse gap! 

Com essa funcionalidade, a pessoa que quer vender online consegue personalizar um checkout com:

- itens a serem vendidos e respectivas quantidades em estoque;

- valor das peças;

- formas de pagamento (cartão de crédito, boleto e Pix);

- e, ainda, com a identidade visual da própria empresa.

 Depois de preenchidas essas informações, é possível gerar um link para uma única compra, no caso do cliente já ter negociado diretamente com o vendedor e precisar apenas de um meio para fazer a transação online. 

Além disso, também é possível criar um link para uma oferta específica, assim, finalizado o estoque de peças, a URL para de funcionar automaticamente. 

Ou seja, com o link de pagamento é possível vender online sem precisar de um site, podendo ser usado no WhatsApp e outras redes sociais.

PSP

Por fim, o PSP (Provedor de Serviços de Pagamento) reúne todos os benefícios dos meios de pagamento anteriores: altas conversões de pagamentos dos gateways, simplicidade de integração das subadquirentes e o produto de link de pagamento como um bônus para o lojista incrementar o seu contato com o cliente.

O Pagar.me é a tecnologia pioneira no Brasil com esse produto, criado a partir da necessidade dos empreendedores digitais de vender online com segurança, robustez e, ainda assim, com simplicidade.

Entre as suas funcionalidades estão: antecipação de parcelas, split de pagamento, conciliação facilitada, checkout transparente, estabilidade nas transações e outras ferramentas de conversão.

Como fazer a escolha certa?

Vender online é uma oportunidade para todos os empreendedores que desejam se destacar da concorrência e manter o próprio negócio competitivo. Mas para fazer isso com segurança e proporcionando a experiência de compra que o cliente merece, é preciso contar com uma plataforma de pagamentos digitais que ofereça todas as funcionalidades exigidas por esse mercado.

Nesse sentido, alguns pontos de atenção são:

1- estabilidade de pagamentos: no momento de escolher sua tecnologia para aceitar pagamentos online é preciso contratar uma plataforma robusta e que tenha histórico de estabilidade. Caso contrário, seus esforços de vendas podem ser frustrados se, no momento de realizar o pagamento, o serviço estiver indisponível para o cliente;

2- formas de pagamento: opte pela tecnologia que ofereça os mais variados métodos de pagamento. Os clientes buscam sempre comodidade em uma compra virtual e, se a sua loja não oferecer a forma de pagamento preferida dele, você perderá vendas;

3- atendimento personalizado e consultivo: quando um problema acontecer com a sua loja virtual, você vai querer ajuda de uma pessoa atenciosa e qualificada para te atender. Então, no momento de escolher o seu serviço de pagamentos, busque aquele que apresenta um suporte humano e personalizado.

Agora que você já sabe como receber pagamentos online e como fazer as melhores escolhas no momento de contratar esse serviço, que tal aprofundar seus conhecimentos para escalar o seu negócio?!

Leia o artigo do Simples Agenda: Como fazer relatórios financeiros para a sua empresa?

----

Este artigo foi produzido pelo time do Pagar.me, plataforma de serviços financeiros digitais que possibilita ao seu e-commerce aceitar cartão de crédito e débito, boleto bancário, voucher online e Pix com segurança e transparência para você atender seus clientes e fazer o seu negócio crescer.