Simples Agenda Blog para pequenas empresas

Como calcular comissão de venda? Descubra aqui!

GESTÃO EMPRESARIAL

Redator Simples Agenda
15 min leitura 08/06/2021

Vendedores empenhados são capazes de ampliar o faturamento da sua empresa e ainda conquistar clientes fiéis. Para motivar a equipe de vendas, a melhor estratégia é criar um comissionamento justo que incentive o time sem comprometer o caixa da empresa. 


No entanto, calcular a comissão de venda é um desafio para muitos gestores, uma vez que existem várias maneiras de comissionar à equipe. Na hora de fazer as contas, é preciso tomar cuidado e definir a comissão mais adequada. 


Como fazer isso?! Calma, que a gente te ajuda! Por aqui vamos explicar o que é comissão de vendas, quais são os tipos de comissionamentos, como calcular a comissão de vendas e muito mais. Para dominar o assunto, siga a leitura até o fim. 

O que é comissão de vendas? 

A comissão de vendas é uma estratégia adotada por muitas empresas que querem aumentar o número de vendas por meio de incentivo. 


Para isso, o empresário oferece ao colaborador um salário fixo + uma comissão. Na maioria dos casos, a comissão é um percentual sobre a venda de determinado produto ou serviço ou uma porcentagem sobre o faturamento gerado pela empresa. 


O recomendado é que o salário fixo pago se aproxime dos valores de mercado, isto é, seja condizente ao salário dos profissionais do mesmo setor e função. 


Em momentos de mais movimentos, como natal, algumas lojas contratam funcionários sazonais que trabalham apenas por comissão.

Como calcular comissão de venda?

Uma equipe de vendas motivada consegue aumentar o número de clientes, proporcionar experiências incríveis para os consumidores e, claro, multiplicar o número de vendas. Com tudo isso, mais metas são batidas e o faturamento da sua empresa é ampliado. 


Mas, afinal, como calcular a comissão de venda? A gente sabe que cada empresa possui necessidades específicas. Por isso, separamos aqui 6 maneiras de comissionar os seus colaboradores. Conheça:

  1. Comissão por vendas

A comissão por venda é, provavelmente, a mais comum. Nela o vendedor recebe um percentual fixo por cada venda ou contrato fechado. A vantagem desse tipo de comissão é que ela é simples de entender e não gera dúvidas ou mal entendidos com o colaborador.


O pagamento da comissão pode ser feito assim que o cliente pagar ou junto com o salário mensal do vendedor. Ah! Mas, é preciso tomar cuidado com épocas de promoção para que a sua empresa não tenha prejuízo.


Para calcular a comissão de vendas nessa modalidade, você deve determinar o percentual da comissão, por exemplo, 5% sobre o valor do produto vendido. Supondo que o seu produto X é vendido a R$60,00, então, a comissão é de R$3,00 por venda.

  1. Comissão por faturamento

A comissão por faturamento é calculada a partir do total das vendas da empresa, isto é, de acordo com o faturamento do mês anterior - sem retirada de custos.


Para exemplificar como calcular a comissão de venda por faturamento: imagine que a sua empresa vendeu R$100 mil e a comissão do vendedor é de 0,3% do total do faturamento. Nesse caso, o seu funcionário receberá R$300,00 de comissão.


Uma boa dica para motivar a equipe é determinar qual deve ser o faturamento para que seja concedida a comissão. Por exemplo, se a empresa fatura mais de R$100 mil, aí sim os vendedores serão comissionados. 


Ou a medida que o faturamento atinge um valor, a comissão aumenta. Com essa estratégia, os riscos são menores e a equipe fica focada em bater a meta. 

  1. Comissão por financeiro

Outro método para calcular comissão de vendas é por financeiro. Ele é muito parecido com a comissão por faturamento, no entanto, cada vendedor recebe uma comissão de acordo com o tanto que vendeu. Novamente, sem a retirada dos custos.


Nesse caso, se o faturamento da empresa foi de R$100 mil e um único vendedor vendeu R$10 mil, com uma comissão de 5%, ele receberá ao final do mês R$500,00 de comissão. 


Portanto, no comissionamento por faturamento, todos os vendedores recebem a mesma comissão. Já na comissão por financeiro, cada um recebe de acordo com as suas vendas. 

  1. Comissão por margem de lucro

Na comissão por margem de lucro, o vendedor recebe um percentual fixo por cada venda realizada. No entanto, o cálculo não é feito pelo valor da venda, mas sim pelo valor do lucro obtido pela empresa. 


Nesse caso, é necessário conhecer bem todos os custos (diretos e indiretos) envolvidos na transação. Além disso, é importante ser transparente com a equipe para evitar confusões na hora do comissionamento. 


Uma das vantagens desse modelo é que ele está ligado à lucratividade, portanto, a empresa estimula as vendas sem comprometer o fluxo de caixa. No entanto, é um dos modelos mais difíceis de fazer e o vendedor pode ter dificuldades para prever a sua comissão. 


Como calcular a comissão de venda por margem de lucro? Imagine que a sua empresa teve um lucro mensal de R$50 mil e o seu vendedor é comissionado em 2,5% sobre a margem de lucro. Portanto, ele receberá R$1250,00 de comissão. 

  1. Bônus por rendimento

Esse tipo de comissão não está diretamente relacionado com os valores da venda. Na verdade, a ideia aqui é valorizar os vendedores que se destacam no mês, seja por venderem mais ou por estarem mais engajados com os valores da empresa. 


Ah! E a bonificação não necessariamente precisa ser paga em dinheiro. Diversas empresas premiam os seus colaboradores por meio de viagens, presentes, investimento em cursos ou graduação e muito mais. Tudo isso sempre dentro da realidade financeira da empresa.

  1. Comissão por recebimento

A comissão por recebimento é um tipo de comissão de vendas relacionada ao pagamento total ou parcial da venda. Como assim?! A ideia é evitar rombos na caixa da empresa e motivar os colaboradores a fecharem vendas à vista.


Para isso, a empresa paga o comissionamento ao vendedor depois que a venda é paga integralmente pelo cliente. A comissão também pode ser paga por mês, isto é, após cada parcela paga. 


Por exemplo: supondo que o seu vendedor realize uma venda de R$10 mil, parcelada em 10 vezes e que ele tenha uma comissão de 10%. Então, ele receberá 100 reais por mês durante os 10 meses ou R$1000 quando a loja receber todo o valor do cliente.

Como escolher a melhor para sua empresa?

A comissão de venda só vale a pena se, realmente, aumentar o faturamento da sua empresa. Portanto, é preciso tomar cuidado para que o investimento em comissões não supere a lucratividade da estratégia.


Sendo assim, não existe uma resposta certa sobre qual o melhor tipo de comissão. É preciso analisar diversos fatores que podem influenciar nessa escolha, como impostos, precificação dos produtos e serviços, custos fixos e variáveis e a margem de lucro esperada. 


Além disso, não necessariamente a sua empresa precisa adotar um dos 6 métodos aqui citados. Afinal, é possível também aproveitar a flexibilidade da legislação que rege as comissões e criar o seu próprio método e cálculo de comissionamento de vendedores. 


Em caso de dúvidas, vale a pena contar com a ajuda de um contador de confiança e de um software de gestão. Entenda mais a seguir. 

Como um software de gestão pode ajudar?

A tecnologia é uma grande aliada das empresas quando o assunto é gestão empresarial e automação de processos. Com o cálculo de comissões não é diferente. 


Um software de gestão realiza, automaticamente, o cálculo correto da comissão de vendas. O vendedor consegue consultar o valor e se motivar para conquistar ainda mais. O sistema também permite a precificação correta dos produtos e controle assíduo do fluxo de caixa.


Tudo pensado para facilitar a sua rotina e motivar os seus colaboradores. Quer saber mais?! Então, acesse o link e descubra o que é e como funciona um software de gestão


O Simples Agenda é um software de gestão empresarial completo e pensado para o sucesso da sua empresa. Veja como é simples consultar a comissão dos profissionais dentro do sistema. Ah! O teste é grátis por 35 dias sem compromisso ou renovação automática ;)