Simples Agenda Blog para pequenas empresas

Anamnese pediátrica: aprenda a montar um bom roteiro

CLÍNICAS E CONSULTÓRIOS

Redator Simples Agenda
12 min leitura 10/08/2021

A anamnese - de maneira geral - é um processo indispensável para que o médico conheça mais sobre o paciente e possa definir o tratamento adequado. 


Na pediatria, a anamnese tem um papel especialmente importante porque permite que o pediatra entenda sobre o desenvolvimento da criança desde a gestação.


Como resultado, a anamnese pediátrica colabora para que o atendimento seja personalizado e para que a família e paciente se sintam confortáveis e seguros. 


Vale lembrar que o pediatra é o profissional responsável pelo cuidado do indivíduo desde a infância até a vida adulta. Portanto, o acompanhamento de perto e detalhado é fundamental para estreitar os laços e aumentar as chances de adesão ao tratamento.


Por isso, preparamos este conteúdo. Aqui você vai aprender um pouco mais sobre o que é anamnese pediátrica e como montar a sua. Confira!

O que é anamnese pediátrica? 

A anamnese pediátrica é realizada por meio de uma conversa entre o médico, a família e o paciente - quando ele já consegue se comunicar.


Para isso, o médico realiza algumas perguntas que visam conhecer mais sobre o histórico daquele paciente, da família e queixas atuais. Além disso, o médico deve investigar sobre possíveis alergias, moléstias anteriores, entre outras questões.


Tudo isso para que o pediatra tenha as condições adequadas para chegar mais rapidamente ao diagnóstico correto e prescrever o melhor tratamento.


Ah! Mas, além de técnica, a anamnese deve ser realizada com muito carinho para que os pequenos pacientes possam se sentir à vontade com os profissionais. 

Qual a importância de fazer anamnese na pediatria?

A anamnese pediátrica é uma etapa do exame clínico, sendo uma ferramenta complementar aos exames físicos e laboratoriais.


Por meio da anamnese o profissional conhece mais sobre o paciente e é capaz de identificar fatores que contribuíram para a moléstia atual. 


Até porque o quadro clínico envolve muitos outros aspectos além do que o médico consegue enxergar dentro de um consultório. Por isso, a realização da anamnese pediátrica é indispensável e colabora para o sucesso do tratamento.


Com as crianças, a entrevista com o paciente é ainda mais importante, pois permite que o pequeno paciente crie um vínculo com o profissional.


Sendo assim, a ficha anamnese colabora para que o médico tenha uma visão geral sobre o paciente, não se esqueça de nenhuma pergunta e crie uma barreira contra possíveis intercorrências, por exemplo, ao investigar se o paciente tem alguma alergia.

Como fazer uma anamnese pediátrica?

A anamnese pediátrica é o primeiro passo do exame clínico. 


Para que tudo saia conforme o esperado, o médico pediatra deve deixar a criança à vontade, de modo que ela se sinta confortável e segura para falar. 


Apresente-se para o pequeno paciente e mostre que você está ali para ajudá-lo. Seja atencioso, carinhoso e tente deixar a criança tranquila desde a primeira consulta. 


Para começar a anamnese, chame a criança pelo nome e comece a realizar as perguntas necessárias. Tente ouvir mais do que falar, de modo que a criança possa falar à vontade.


Para não se esquecer de nenhuma pergunta, a grande maioria dos profissionais utiliza a ficha anamnese. Ela funciona como um roteiro que é preenchido à medida que o paciente ou a família respondem as perguntas. 


Ao final da anamnese, você terá um documento - a ficha anamnese pediátrica - repleta de informações valiosas sobre o paciente. Para mais dicas sobre como fazer uma boa anamnese, acesse o link.

Passo a passo para montar um roteiro de anamnese pediátrica

Para transformar a simples conversa com o paciente em um documento cheio de dados é importante construir um roteiro.


Ele irá te guiar na hora de realizar as perguntas para o seu paciente. Assim, você evita se esquecer de algum dado importante e ainda segue uma lógica na hora de direcionar as perguntas. 


Para te ajudar, separamos aqui o passo a passo de como montar um roteiro para fazer uma ficha anamnese pediátrica. Confira!

  1. Dados para identificação da criança

A primeira etapa da ficha anamnese pediátrica é recolher os dados necessários para identificação da criança. Para isso, pergunte o nome completo, a data de nascimento, gênero, naturalidade, nacionalidade, endereço e dados para contato. 

  1. Queixa principal 

Agora é hora de conhecer mais sobre a queixa principal do paciente, isto é, o motivo que levou ele até o seu consultório. Ouça e anote com detalhes o relato da criança e/ou dos pais ou responsáveis. A queixa pode ser algum sintoma fora da normalidade ou apenas consulta de rotina.

  1. Histórico de Doença Atual (H.D.A.)

Essa parte da ficha anamnese pediátrica busca entender mais sobre a queixa principal, isto é, quando começou, como começou e como foi a evolução dos sintomas. A HDA deve trazer todas as informações sobre os sintomas que afligem a criança.

  1. Histórico de patologias anteriores

Agora é hora de entender mais sobre todas as doenças de caráter sistêmico que o paciente já teve desde o nascimento. Essa etapa é fundamental para investigar se ele usa algum medicamento de uso contínuo e se algum fator do passado está influenciando no presente.

  1. História familiar 

Estudar o histórico familiar do paciente é importante para identificar possíveis heranças genéticas. Para isso, faça perguntas sobre doenças, principalmente, dos familiares de primeiro grau. Também pergunte sobre o histórico fisiológico, gestacional e neonatal da criança.

Como um software pode te ajudar?

Não é novidade que a rotina de um consultório pediátrico pode ser bem agitada. Por isso, os profissionais da área buscam alternativas para simplificar e otimizar processos.


Uma dessas alternativas é a ficha anamnese online. Ela substitui anotações em papel, garante agilidade ao processo e elimina problemas na hora de organizar e encontrar os documentos. 


Pensando nisso, o Simples Agenda disponibiliza modelos de ficha anamnese 100% online para você já simplificar a rotina do seu consultório. Os modelos são completamente editáveis e você pode adicionar e retirar perguntas de acordo com as necessidades dos seus pacientes. 


Ah! Além de disponibilizar ficha anamnese pediátrica online, o software também proporciona o gerenciamento completo da sua clínica ou consultório - desde a agenda até o controle financeiro. O teste é gratuito por 35 dias e você não precisa cadastrar cartão de crédito.


Gostou?! Então, acesse o link para entender como funciona a ficha anamnese do Simples Agenda! Ou comece o seu teste grátis sem compromisso e conheça os modelos de ficha anamnese. A gente sabe que você não vai se arrepender.